Resolvendo problemas na sua vida…

Quando você se deparar com um problema, faça a si mesmo essas perguntas práticas para resolvê-lo…

Você sabe da importância de aplicar disciplina e esforço para superar qualquer problema que esteja em seu caminho. Mas alguns problemas exigem mais do que determinação de aço – eles exigem que você recue e aplique um pouco de poder mental.

Se você se deparar com um obstáculo como esse, coloque tudo no papel. Quando você escreve um problema no papel, você tira a emoção disso. Com a emoção desaparecida, você pode olhar para o obstáculo de maneira objetiva. Você pode descobrir o que você fez de certo. Você pode descobrir o que você fez de errado. Você pode descobrir como mudar isso.
Veja o que você deve fazer: tire um problema da cabeça e puxe um pedaço de papel. Desenhe uma linha no meio do papel. No lado esquerdo, anote o problema em detalhes.
Nós temos tanta coisa acontecendo em nossas cabeças que pode ser difícil isolar esse problema específico. Apenas faça o melhor que puder.
Do outro lado deste papel, você vai escrever algumas soluções. Existem três perguntas a serem feitas para gerar essas soluções, para resolver quase qualquer problema.

A primeira pergunta que você precisa considerar é: O que posso fazer? Você não quer ir além disso se conseguir resolver o problema sozinho. Comece anotando todas as opções que vierem à mente. Esquematize as alternativas. Então comece a analisa-las.
Se isso não funcionar, aqui está a segunda pergunta de solução de problemas: o que eu poderia ler? Talvez haja um livro sobre o seu problema. Alguém pode ter passado a vida inteira tentando resolver esse problema. Você pode receber o benefício instantâneo do conselho dessa pessoa se der tempo para procurar. Talvez esteja escrito de forma concisa em algum lugar. Você não precisa reinventar a roda. Se você fizer sua lição de casa, você pode encontrar a solução.
Comece a tomar notas sobre o que você está lendo. Livro número um: esse cara é louco. Livro número dois: Esse cara é muito superficial. Livro número três: esse cara tem algumas coisas interessantes a dizer sobre esse problema.
Se isso ainda não funcionar, faça a pergunta número três:  Para quem eu poderia perguntar?
O que você deve ter pronto, quando for pedir à alguém para ajudá-lo? Você tem suas anotações para mostrá-las. Você diz: “Você sabe, eu tentei o meu melhor para descobrir por mim mesmo, e isso me deixou perdido. Aqui estão alguns dos livros que li. Aqui estão minhas anotações. Eu pesquisei este material, e eu ainda estou confuso. Você poderia me ajudar?
Você não pode acreditar em como as pessoas estarão dispostas a ajudá-lo se souberem que você está disposto a ajudar a si mesmo.
Prometo que, se você tentar essas ideias e fizer essas perguntas quando tiver um problema, poderá resolver praticamente qualquer coisa que lhe atrapalhe. que tal fazer um teste com um dos seus problemas, tenho certeza que você possuí pelo menos um…

Robson O. Santos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: