Resiliência, o que é preciso…

O que faz uma pessoa perseverar em circunstâncias difíceis, enquanto outras caem em pedaços?


Essa é uma das perguntas feitas por quem estuda a resiliência. É um tópico importante em várias frentes, pois vivemos em um mundo em constante transformação e cheio de surpresas. A resiliência é e será o diferencial no tratamento do que vem à nossa frente. Entretanto, a única coisa que é medida na escola como um indicador de sucesso futuro é o QI, mas sabemos por observação e experiência que o sucesso depende de mais do que sua capacidade de aprender de forma rápida e fácil. Resiliência é o diferencial.

A resiliência em crianças nos mostra que o sucesso delas na vida depende disso. É um grande trunfo ter uma certa quantidade de QI, inteligência social, boa aparência e saúde física, mas a característica que continua subindo ao topo é a resiliência, a paixão e a perseverança para o sucesso a longo prazo.

Portanto, a questão não é primariamente: “Qual é o seu QI?” e sim: “Quem é bem-sucedido aqui e por quê?”.

O que  não  sabemos é como ensinar coragem e manter as pessoas motivadas no longo prazo. O que sabemos é que o talento não o faz um corajoso. Pessoas com resiliência apresentam alguns traços comuns. Aqui estão alguns para observarmos:

1. Eles mantêm o fim em mente.

Objetivos pequenos são bons, mas o quadro geral mantém você energizado e blindado. Ter em mente a “grande vitória” aumenta sua resiliência quando a rotina diária começa a desgasta-lo. Comece com o fim em mente e continue imaginando o cenário geral. Isso aumentará sua capacidade de persevera-se.

2. Eles eliminam as distrações.

Às vezes, nossa capacidade de perseverar não é diretamente um problema de resiliência, mas também um problema de distração. Muitos passeios, hobbies, reuniões e projetos entorpecem nossa determinação. Eliminar as distrações, fortalece nossa resiliência. É bom sair do menor para não sairmos do maior.

3. Eles se vêem resilientes.

Isso é sobre o estilo de pensar. Todos nós desenvolvemos hábitos de pensamento que afetam a maneira como nos vemos, nosso mundo e nosso futuro. Esses estilos de pensamento podem ser benéficos. O lado sombrio é que eles podem nos desviar, desinformando-nos sobre o que está acontecendo. Durante altos níveis de estresse, incerteza e ambiguidade, isso pode vir a ser amplificado. Algumas dessas crenças são limitantes. Compreender as implicações positivas e negativas de seu pensamento o ajudará a se ver de maneira diferente quando for tentado a desistir. Sua precisão e flexibilidade aumentam e ajudam a gerar mais soluções.

4. Eles têm uma mentalidade de crescimento.

A capacidade de aprender não é fixa. Pode mudar com esforço. Os jovens devem ser ensinados sobre a plasticidade do cérebro para saber como ele cresce quando desafiado. Quando são ensinados que o cérebro é uma entidade fixa, eles desenvolvem uma atitude derrotista de “Por que se preocupar?” e “Para que serve?” Com uma mentalidade de crescimento, é mais provável que persista quando encontrar uma falha. Todos nós precisamos entender que o fracasso não é uma condição permanente.

5. Eles colocam as coisas em perspectiva.

Vitimar-se cria uma armadilha viciosa. Aumenta a ansiedade, que por sua vez diminui nossa capacidade de lidar com os desafios que enfrentamos. Isso nos engana. E se pudéssemos gastar menos tempo nos preocupando reduzindo a ansiedade? Os piores cenários e medos não são coisas fáceis de ignorar, mas pessoas resilientes as anotam e assim sendo podem lidar com eles de forma realista e prudente.

O mundo está ficando mais turbulento e nossa coragem será testada. O que você fará para se adaptar, sobreviver e prosperar?

Robson Oliveira Santos

Um comentário em “Resiliência, o que é preciso…

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: