Liderança e Star Wars…

Considerada por muitos como um fenômeno mundial da cultura pop, a saga Star Wars, criada pelo cineasta George Lucas, vai muito além de uma franquia de filmes com jedis, naves, sabre de luz e galáxias distantes. Ainda que você não saiba muito sobre essa saga, os personagens carregam características e traços muito particulares, mas importantes, sobre liderança, nos quais podemos aprender sobre comandar, orientar e perseguir objetivos.

Ainda que líder do Conselho Jedi, Yoda exerce seu papel considerando a opinião dos outros para tomadas de decisão. E, como treinador de Jedi, estimulava que seus alunos fizessem as próprias escolhas, sem condenar seus fracassos.

Aqui, temos um líder equilibrado, baseado no discurso, na sabedoria e na flexibilidade. Mesmo que calmo e observador, Yoda não deixava seus valores e objetivos de lado nem mesmo quando precisava batalhar.

É um exemplo de líder que cresce ao fortalecer os outros, como Yoda fez com Luke Skywalker.

Falando nele, Luke também é um exemplo de líder, mas que busca estar rodeado de mentores para atingir seus objetivos. Isso justifica sua liderança com menos foco no comando e mais voltado para seu amadurecimento.

Somado aos mentores, busca aprender com os outros e mais experientes para seu crescimento interno como líder. Além disso, conta com o suporte de um grupo de amigos.

Como pode ser percebido nos filmes da saga, Luke reúne pessoas fortes e talentosas e crescer com elas. Todas essas características tornam sua liderança afiliativa, como descreve o psicólogo especialista em inteligência emocional Daniel Goleman.

Com perfil mais diplomático, Leia Organa exerce sua liderança encorajando as pessoas a sua volta. Da mesma forma que Yoda, ouve-as, mas, quando julga necessário, é diretiva e autoritária.

Apesar de sua empatia, Leia exige envolvimento, excelência e resultados acima da média.

Sem deixar seu senso de justiça de fora, lidera com bravura e coragem, características que a colocaram em posições decisivas para, por exemplo, salvar Luke e Han Solo.

Existem diferentes lideranças, o que significa que não há apenas uma forma correta para conduzir equipes e projetos. Mas, se existe um exemplo que não funciona e está comprovado, é o estilo Darth Vader.

Conduzida pela cultura da intimidação, essa liderança não suporta o fracasso, acarretando na desmotivação e insegurança dos que o cercam. Totalmente justificável, considerando que usa de punições como método para prevenir novos erros.

Autoritário e sem se importar com a forma com que seus objetivos sejam alcançados, esse comportamento nem pode ser associado à liderança, visto que prejudica a motivação e a confiança da equipe de trabalho. Ou seja, bons líderes sabem como esses aspectos são fundamentais para se atingir o sucesso.

“Um jedi usa a força para conhecimento e defesa, nunca para ataque.”

Faça como um jedi, como diria Mestre Yoda, use o conhecimento a seu favor. Invista no seu desenvolvimento pessoal e profissional.

Robson O. Santos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: